por Simone Las Casas

 

Me apaixonei pela Happy Legging desde o primeiro dia que vi uma estampa muito diferenciada e fiquei louca para ter uma. Como pratico muitos esportes e yoga todos os dias, quase sempre estou de look esportivo e as HappyLegging combinam perfeitamente comigo.

A Daniela Soares me apresentou a marca quando estava começando e já pude perceber que seria um sucesso. Logo quis adquirir as minhas peças. Quando chegaram, fiquei encantada com a qualidade e leveza das leggings. É um conforto que não tem igual, parece que elas adaptam ao seu corpo e você se sente leve e pronta para expressar-se por completo.

 

 

As HappyLeggins são minhas parceiras nas viagens que eu faço. Sempre carrego pelo menos 02 comigo na mala e uso muito. Na última viagem para a África comemorando minha Lua de Mel, as calças quase que "andavam sozinhas", conhecem esta expressão? Dá para ver pelas fotos que eu postei sempre com minha parceira sereia.

 
O que mais me agrada são as estampas diferenciadas e super exclusivas que só a marca tem. Dá para combinar com uma blusa branca básica para praticar yoga ou mesmo um casaco pesado para escalar a Table Montain e depois ir direto para um restaurante bacana. Como sou muito ativa, amoo esta versatilidade e praticidade nos looks que escolho.


 

E hoje eu trouxe uma surpresa para minhas leitoras e seguidoras!


20% DESCONTO na compra de qualquer HappyLegging® através do e mail:happylegging@europe.com,mediante o CÓDIGO PROMOCIONAL:HAPPYSILASCASAS (Válido até 31/09/2015.*Não cumulativo c/ outras promoções)


Instagram: @happylegging

Fotos maravilhosas tiradas pela Fernanda Mann

 




COMENTÁRIOS
Nome completo*
Comentário*
E-mail*


por Filipe Galdino

No último sábado, assisti um campeonato sensacional de Cross Fit na The Box. Meu noivo "gato" participou e fiquei lá babado e acompanhando tudo com ele...apaixonada!! Também pratico no The Box, mas confesso que não tenho sido muito assídua nos treinos. Fiz minha reabilitação do tornezelo com o Filipe Galdino e o resultado foi sensacional, até que começamos a fazer a reabilitação junto com os treinos de crossfit. Sobre a polêmica deste tipo de atividade, segue um texto deste querido fisioterapeuta, que se tornou um grande amigo.

 

 

Incomodado com as coisas que escuto e matérias que leio onde só falam mal sobre o CrossFit, queria me posicionar como fisioterapeuta e praticante desse esporte. Hoje só escutamos de pessoas desinformadas que crossfit machuca, que arrebenta joelho, que dá hérnia de disco e blá blá blá.


Pois bem, penso o seguinte, qualquer esporte que você se dedicar mais de 3 vezes por semana, com treinamento mal orientado, sem controle de carga, sem estudo da biomecânica, sem aprimoramento de técnica, fatalmente esse esporte vai te machucar.


Já escutou falar em Tênis Elbow, ou síndrome do tenista? Já escutou falar em síndrome do impacto em ombro de nadadores? Esses são apenas dois exemplos que o desempenho do esporte sem aprimoramento técnico machuca, o praticante de Tênis que não executa o gesto técnico da forma correta desenvolve uma inflamação na região do antebraço e cotovelo, o nadador que não desempenha o gesto técnico da forma correta, que não fortalece a musculatura específica dos ombros, e ainda treina por horas e horas, quilômetros a quilômetros faltamente vai gerar síndrome do impacto levanto a inflamação dos tendões da região.


Então meus amigos, nós que estudamos o esporte, somos seguros para dizer que o esporte mal orientado, que atletas que não respeitam seus corpos realmente se lesionam, e podem se lesionar feio.

 

Hoje em dia existe uma distorção da imagem do que representa o esporte, temos atletas profissionais, atletas competitivos de alto rendimento, porém não profissionais, atletas que praticam esporte pelo prazer de competir, atletas que querem somente saúde, ai que está, o meu foco como fisioterapeuta é promover saúde, gerar condições saudáveis para que todos tenham o melhor suporte em seus treinamentos.

 

Está fazendo um ano que pratico e trabalho com CrossFit, e busco sempre controlar carga de treinamento, ajudar os praticantes a melhorarem sua técnica, ofereço um serviço de recuperação muscular que se chama Global Recovery, então, nesse um ano de trabalho não presenciei nenhuma lesão relacionada ao CrossFit.


Destaco que o CrossFit é inclusivo, é um esporte que atende a todos, de sedentários aos atletas, de jovens à idosos, de fortes aos fracos, de gordinhos aos magrinhos, serve para todos, desde que seja bem orientado, bem acompanhado.


Desafio você, que falou mal, que disse que lesiona, a treinar comigo, a treinar na comunidade que treino, a ser orientado pelos nossos treinadores e por mim como fisioterapeuta, tenho certeza que irá se sentir tão bem, irá se divertir tanto, irá formar tantos amigos, que você irá mudar sua idéia ou conhecer sobre nosso esporte que você falava e desconhecia.

 

FILIPE GALDINO – FG Saúde & Performance




COMENTÁRIOS
Nome completo*
Comentário*
E-mail*


por Rafaela Meirelles

Todo mundo sabe que eu sou louca com atividades físicas. Não consigo ficar quieta nenhum minuto e adorooo esportes radicais. Mas a escolha pelo treinamento funcional veio de uma necessidade física, relativa à minha constituição corporal. Eu dancei ballet e jazz por 16 anos e a minha predisposição é para total frouxidão ligamentar. Para a minha vida, treinamento funcional é indispensável. Comecei recentemente com uma nova fsioterapeuta excelente, que irá trazer alguns textos para nós explicando um pouco do trabalho que ela realiza comigo. Ela atende de forma personalzada em casa e também em uma clínica na savassi que está fazendo um super sucesso. Neste primeiro texto, ela explica de forma clara e objetiva o que é o Treinamento Funcional.

 

 

O Treinamento Funcional utiliza como base os padrões fundamentais do movimento humano, tais como agachar, pular, girar, correr, empurrar e puxar. É um exercício que trabalha o corpo de forma integrada, assim sendo, os movimentos executados exigem a ativação de vários grupos musculares ao mesmo tempo, com foco principal na estabilização do CORE ABDOMINAL, ao invés de trabalhar os músculos de forma isolada e mecânica.


É um trabalho que exige dos praticantes diversas habilidades físicas, proporcionando ganhos como: melhora da flexibilidade, equilíbrio, força, coordenação e agilidade. Desta forma, ajuda a prevenir lesões, melhora o condicionamento cardiovascular, diminui o percentual de gordura e ajuda na definição muscular.

 


O treinamento é feito através do uso de pesos livres, elásticos, bolas, cordas, discos, além de exercícios que utilizam nada mais do que o peso do próprio corpo. Sendo assim apresenta uma infinidade de variações nos exercícios e usa o corpo de forma inteligente, podendo ser praticado por pessoas de todas as idades.

 

Rafaela Meirelles

rafa_meirelles@yahoo.com.br

Instagram: rafafisiobh




COMENTÁRIOS
Nome completo*
Comentário*
E-mail*


About Me


Simone Las Casas tem 33 anos, mãe do Yuri, é formada em direito e pós graduada em gestão de negócios. Movida pela paixão por Spa's, massagens, Yoga, e tudo que se relaciona a Bem Estar, hoje é consultora na empresa Expertise Spa Consulting, professora de Yoga, Wellness Coach certificada pela Febracis BH, digital influencer e assessora o marketing da empresa Ecogranito

SEARCH

hey!... Least 3 characters.

INSTAGRAM


PINTEREST