por Fernanda Calvo

 

Quando se pensa em ganho de massa magra, acredita-se que o caminho mais rápido e assertivo seja a ingestão de uma dieta altamente proteica, imaginando que aquele 01 kg de peito de frango desfiado se transformará em 01 kg de músculos. A receita não é tão simples; a combinação da ingestão de proteínas juntamente com carboidratos (em horários, quantidades e tipos bem estabelecidos) com o controle do saldo total de energia ingerido durante o dia, evita que proteínas consumidas em excesso se transformem em gordura.

 

A importância de se alimentar de três em três horas, sempre em quantidades adequadas, fracionando o consumo de proteínas, evita o catabolismo proteico (quando o músculo é convertido em energia) e auxilia na hipertrofia muscular. Com refeições muito espaçadas você “consome seus músculos” para gerar energia para sobreviver.

 

 

O consumo de carboidratos garante o abastecimento de energia para os músculos, necessária para a sinalização hipertrófica (ganho de massa muscular). Para uma escolha assertiva do tipo e da quantidade, deve-se considerar a quantidade de energia consumida durante o dia, bem como os horários e as modalidades de exercícios praticadas.

 

Como dica para noite, é aconselhada a ingestão de proteínas de digestão lenta, que contenham gorduras “saudáveis”, como peixe. Deixar de lado carnes vermelhas e suplementos de rápida absorção, como whey protein hidrolisado ou isolado.

 

Outro fator determinante para ganho de massa é o treinamento. Comer os alimentos certos, em quantidades certas e nos horários certos, mas não se exercitar, não trará a desejada hipertrofia. O treinamento resistido, como a musculação, é a melhor forma de ganho de massa muscular e é nele que quem busca hipertrofia deve se basear. Uma boa ficha, elaborada por um profissional de Educação Física e revisada periodicamente, é uma ótima combinação para a dieta.

 

Lembrar que a recuperação muscular é importantíssima para a reparação tecidual e a sintetização das proteínas musculares. Por isso, a noite de sono e o descanso são sagrados.
A paciência é uma virtude. Os objetivos só acontecem com determinação, dedicação, foco e paciência.

 

 

OBS.: Para quem não quer acumular gordura na fase hipertrófica, é necessário aliar ao treinamento resistivo alguma atividade aeróbica, como corrida, bike, natação, etc.. Estes devem ser realizados em momentos distintos da musculação.

Uma alimentação associada a uma suplementação bem orientada por um profissional habilitado, vai ajudar a atingir os objetivos.

 




COMENTÁRIOS
Nome completo*
Comentário*
E-mail*


About Me


Simone Las Casas tem 33 anos, mãe do Yuri, é formada em direito e pós graduada em gestão de negócios. Movida pela paixão por Spa's, massagens, Yoga, e tudo que se relaciona a Bem Estar, hoje é consultora na empresa Expertise Spa Consulting, professora de Yoga, Wellness Coach certificada pela Febracis BH, digital influencer e assessora o marketing da empresa Ecogranito

SEARCH

hey!... Least 3 characters.

INSTAGRAM


PINTEREST